Em 24 horas Joe Biden tomará posse e clima é de tensão

Foto: Twitter Biden

Após as detenções de um homem de 22 anos fortemente armado e de uma mulher de 56 disfarçada de policial, ambos nas proximidades do Capitólio, em Washington, a segurança para a posse do novo presidente americano, Joe Biden,  foi ainda mais reforçada. Cerca de 25 mil integrantes da Guarda Nacional trabalharão nesta quarta (20), na capital americana e nas principais cidades do país, para prevenir incidentes. O temor de novos episódios de violência levou o FBI a investigar detalhadamente os membros da Guarda Nacional envolvidos na mega operação desta semana.

Os Estados Unidos passam por uma escalada da tensão política desde a vitória de Joe Biden, seguida pelo aumento do tom belicoso de Donald Trump e pela invasão ao Capitólio por apoiadores do presidente. “Esses novos episódios do final de semana mostram que o risco é real e, por isso, veremos um esquema de segurança muito forte. Há um aumento da preocupação com a ação de grupos radicais que apoiam Trump”, afirma Denilde Holzhacker, professora de Relações Internacionais da ESPM SP.

Após sua vitória, em novembro, Biden reforçou em seu discurso o desejo de “curar” os Estados Unidos da forte polarização política dos últimos anos, mensagem até agora ignorada por parte importante da oposição. “O discurso de Biden e suas ações iniciais serão importantes para a construção do ambiente de despolarização. O processo de impeachment contra Trump reduziu sua capacidade de atuação, mas as incertezas sobre o seu comportamento e de seus apoiadores ainda persistem”, afirma Denilde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *