Projeto musical ACT FX lança seu álbum com 20 tracks além de proporcionar uma experiência única para seu público

Tempo de leitura: 1 Minute

Com um setup de peso com instrumentos, sintetizadores e muita tecnologia digital e analógica, o ACT FX apresenta seu álbum original, mesclado com dezenas de inserções de pura improvisação, totalmente experimentais. O projeto musical formado por três multi-instrumentistas – Agenor De Lorenzi, Jey Camamu e Rey Vercosa – propõe uma jornada que leva você desde o Melodic House ao Progressive House, executada, ao vivo, com muita improvisação.

O álbum homônimo contém 20 tracks originais, incluindo a música de trabalho “Better Days”, com uma mensagem motivacional de que dias melhores virão, algo que é especialmente importante em tempos difíceis. O processo de produção foi incrível e bastante rápido, com as gravações feitas por Agenor De Lorenzi e Jey Camamu, e a produção realizada por Gabzy.

A sonoridade do “ACT FX (Original Mix)” é bem progressiva e melódica, com drops pesados, mas sempre com bastante groove. Além disso, ele contém 16 tracks instrumentais e 3 tracks com vocais, incluindo colaborações especiais com Elenna Lê, Tallulah Rose e Fe Bardi, bem como um speech de Claire Manumission.

O nome do projeto simboliza o “ato de efeito”, e isso é refletido não só musicalmente, mas também nas mensagens de cada música, provocando a tomada de consciência para tentar sempre evoluir como ser humano, não melhor que alguém, mas sim melhor que ontem. Cada show é uma experiência única e uma fusão da mais pura mistura da música eletrônica com a sensibilidade intuitiva de cada um dos artistas.

“Estamos animados em anunciar que há muitas novidades e parcerias incríveis a caminho para ACT FX, incluindo o lançamento de um videoclipe para ‘Better Days’ e um vídeo do show ACT FX, com 1h30m de duração. Aguardem, pois valerá a pena!”, comentam.

Com ACT FX a vida é realmente incrível, e com música fica melhor ainda. Fique atento para mais atualizações e não deixe de conferir o álbum em todas as plataformas digitais.

Ouça:

Comments are closed, but trackbacks and pingbacks are open.