Minimalismo e suas vertentes de equilíbrio7 min read

Tempo de leitura: 5 Minutes

Já conversamos bastante por aqui sobre conceitos ligados ao Minimalismo, como Slow Living, Slow Food e também Saúde Mental positiva, conveniada a uma vida com mais propósito e qualidade.

Todos esses conceitos, são trilhas que nós ajudam a desenvolver um estilo de vida mais focado no essencial e no bem estar de modo geral.

Divulgação

Dentro desse universo minimalista, outras vertentes se expõe, tão igualmente essenciais, que fecudam a raiz mãe da filosofia de vida minimalista e algumas delas são: Produtividade equilibrada,  exercícios de Reflexão e Gratidão, Viver de forma intencional, o Brain dump (despejo de cérebro – em tradução livre),
Recursos escritos e visuais como Mapas Mentais, Journaling e Bullet Journal,

Desenvolver uma produtividade equilibrada e uma gestão de tempo consentâneo não é um mito. Pode ser acessível a todos, com resiliência e objetividade sobre o que realmente é preciso ser feito, e que seja feito uma coisa de cada vez.

Divulgação

Criar uma rotina, estabelecer um padrão de tempo para atividades diárias e também pausas, se atentar para as práticas de auto cuidado, são algumas das técnicas do empreedendorismo que pode ser possivelmente aplicadas dentro dessa perspectiva do mínimo

Para falar mais sobre isso eu convidei, Cláudia Ganhão, especialista em minimalismo em Portugal, Formadora e Coach Internacional certificada.

Reprodução-Cláudia Ganhão

• Cláudia, para começar, fale um pouco sobre você e sobre seu trabalho.

Mulher, mãe, apaixonada por uma vida mais simples, mais intencional, equilibrada e focada no essencial, Especialista em Minimalismo & Produtividade, Empreendedora, apaixonada pelo Minimalismo e por uma vida mais simples e feliz. Formadora e Coach internacional certificada


Divulgação

Atualmente, o fluxo de informações segue de forma acelerada e contínua, a questão de manter um desenvolvimento pessoal equilibrado se torna, para muitas pessoas, uma tarefa árdua. Por que isso acontece? E como amenizar isso?


Acontece exatamente porque o excesso de informação existe e as pessoas perdem-se com tanta informação, além disso o tempo não estica e a ausência de prioridades também nos leva a ficar meio perdidos.
Podemos amenizar definindo as nossas prioridades, fazendo escolhas alinhadas, perceber que podemos fazer tudo, só não o podemos fazer ao mesmo tempo, o que nos leva a uma gestão consciente do tempo.

A ascensão do minimalismo na era moderna é fértil e tem se mostrado cada vez mais indispensável. Atraindo mais adeptos a essa filosofia a cada ano. Do seu ponto de vista como especialista porque se dá essa desenvoltura?

Porque as pessoas estão cansadas de passar os dias a correr e de viver uma vida sem sentido, em modo piloto automático. Precisam de mais tempo, mais energia e mais alinhamento entre o que acreditam, os seus valores e o que fazem.

Divulgação


Reflexão e Gratidão são temas abordados em muitas de suas mentorias e artigos, como essas colunas auxiliam no desenvolvimento pessoal?


Com a reflexão tomamos verdadeiramente consciente do que estamos a viver a sentir e do que é essencial para cada um de nós, podendo depois fazer escolhas conscientes e alinhadas.
A gratidão funciona como um bálsamo para as emoções negativas, é um amplificador das coisas boas da vida, o que nos permite desfrutar mais do dia-a-dia e do que já temos e somos.

Divulgação

O Brain dump ( Despejo de cérebro – em tradução livre) é uma das alternativas para esvaziar a mente de forma positiva e equilibrada. Como essa prática pode ajudar efetivamente e a longo prazo o bem estar do ser humano?

Acredito que sim, pois prática do brain dump permite
• Esvaziar a mente, permitindo-te melhorar o teu foco e concentração;
• Reduzir os sentimentos de ansiedade, stress e depressão;
• Melhorar a capacidade de memória;
• Ganhar novas perspetivas e motivações sobre ti próprio, as tuas ideias e os teus pensamentos;

Como se dá à prática de viver de forma intencional e como ela se relaciona com o minimalismo?

Viver de forma intencional é uma das consequências do minimalismo, porque no minimalismo identificamos o que nos é essencial o que nos leva a viver de uma forma mais intencional e deixando ir o que não faz sentido.

Divulgação

Produtividade e gestão de tempo se tornaram, na era moderna, atores interligados e definidores de progressos substanciais. Como mantê-los de forma saudável e equilibrada sem perder o foco no essêncial?

Eu acredito numa produtividade com propósito, ou seja, não é faze mais e mais, é fazer o que nos leva onde efetivamente nós queremos: uma vida com mais significado e com tempo para fazer o que nos faz feliz ou com tempo para não fazermos nada.

Qual o primeiro passo para se tornar uma pessoa minimalista? E como progredir nessa jornada?


Querer mesmo viver uma vida mais autêntica, com foco no que é efetivamente importante. Primeiro o ser e só depois o ter!

Divulgação

Mapas mentais, Journaling e Bullet Journal, são alternativas válidas para organização de atividades, emoções e pensamentos. Para muitos pode ser desafiador esse primeiro passo. Como começar, e por qual deles iniciar o hábito de escrever?


Começar com o hábito diário de escrever as 3 coisas pelas quais se é grato – um diário de gratidão.

E para terminar, qual mensagem você deixa para as pessoas que possuem dificuldades para deixar a vida diária mais leve, principalmente no cenário pandemico atual?

Viver um dia de cada vez, saborear o momento presente, o aqui e o agora. Nunca se esqueça de que ESCOLHER É O TEU MAIOR SUPER PODER.

Divulgação

Simplicidade é a máxima sofisticação.

-Leonardo da Vinci

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *