Lorena Ventura revela de forma despretensiosa o ciclo menstrual e os tabus do autoconhecimento feminino

“ Não existe um ciclo menstrual igual para todas as mulheres, cada mulher é um universo. ”

Lorena Ventura de vinte sete anos, estuda o ciclo menstrual e trabalha com o foco no autoconhecimento feminino e na observação do ciclo menstrual da mulher. A terapeuta menstrual relata que ao conhecer o Sagrado Feminino, começou a compartilhar no seu Instagram um estilo de vida que promove ensinamentos sobre aspectos físicos e mentais na figura feminina e, aprimorando seu estudo e trabalho no ciclo da mulher.

Imagem: Reprodução do Instagram

  Vergonha, nojo, mitos e superstições ainda são comuns quando o assunto é o ciclo menstrual. Seja como for, o fato é que muitas mulheres mantenham “pequenos” tabus que, na verdade, revelam profunda desconexão com o próprio corpo.  Como podemos derrubar essas ideias que não precisam mais ocupar nossas mentes e nossos corpos?

“Apesar de uma origem muito antiga da menstruação se um tabu a muitos séculos, aquele ar de mistério’ nossa a mulher menstrua todo mês’ e tudo que a gente não entende muito bem tende a rejeitar. Para a mulher do século 21, o que é importante entender é o conceito muito básico, menstruar é algo natural do seu corpo! É um processo natural do organismo de quem nasce com o sexo feminino. Aquela propaganda do absorvente com sangue azul que não mostra o sangue menstrual e aquelas pessoas que ainda tem vergonha e falam, ‘a estou naqueles dias’ e isso tudo faz parte de desconstruirmos tudo isso de dentro para fora. E já que é uma coisa natural, como eu posso fazer com que ela seja um pouco mais agradável? Tudo isso pode ser reduzido, contornado, a gente pode sentir menos cólicas e ter menos sintomas de TPM. Tudo começa com o processo de realmente aceitar que o processo de menstruar é um processo natural”.

Imagem: reprodução Google

   É verdade que as mulheres que convivem juntas conseguem sincronizar a sua menstruação?
       
“Existe uma teoria que fala que é possível que sincronizem. Vai muito da pessoa que está ‘ali’, do momento de vida e pode ser que vocês estejam em momentos de vida parecido e os ciclos sincronizem, mas não é realmente uma regra, não necessariamente isso vai acontecer com você se morar com  uma outra mulher”.

    O uso de anticoncepcional pode interferir no ciclo da mulher, além das contra indicações na bula?
    
“Quando uma mulher toma o anticoncepcional ela para de ovular e é a ovulação que promove a menstruação, o ciclo menstrual é todo baseado na ovulação da mulher. Quem toma anticoncepcional não está exatamente menstruando, ela não tem um ciclo. Essa pessoa pode ter um sangramento de escape nos dias que interrompem a pílula, mas esse não é um sangramento de menstruação. Você está tomando uma pílula com hormônios sintéticos que vão bloquear os hormônios naturais de agirem e fazendo esse bloqueio você não tem mais um ciclo menstrual”.

     A aromaterapeuta menciona que os absorventes tradicionais comprados na farmácia possui substâncias que são tóxicos e contribuem no aumento do fluxo menstrual, fazendo a menstruação se torna mais desagradável e como a utilização de absorventes podem se prejudicial ao meio ambiente.
     
“Cada mulher vai utilizar de dez a vinte absorventes por ciclo, por menstruação e isso ao longo de trinta, quarenta anos. Como isso vai reverberar no corpo da mulher e como isso vai reverberar no planeta também. Em paralelo a isso, hoje em dia já existe um movimento de empresas e mulheres que fazem absorventes ecológicos ‘né’, e tem vários tipos. Tem o coletor menstrual, mais parecido com o que a gente conhece o  OB, tem o absorvente te pano igual ao absorvente de farmácia, a diferença que ele é sustentável e pode reutilizar e tem as calcinhas absorventes. O grande ponto é que sim, os absorventes de farmácia, eles são insustentáveis tanto para o meio ambiente tanto para o corpo da pessoa que está menstruando”.

  A falta de dinheiro impede acesso à compra de absorventes para algumas  mulheres no nosso país, para você o projeto de distribuição de absorventes e  coletores menstruais em locais públicos mobiliza a quebra de tabus dentro dessa sociedade que insiste em um sistema de patriarcado?

“Seria importante a gente ter  programas em larga escala para levar sim, educação menstrual para as mulheres, porque tem mulheres que não faz ideia do que está acontecendo com o próprio corpo, que toma pílula anticoncepcional sem saber que aquilo pode acabar com o organismo dela. Para além de destruir absorvente de farmácia, o ideal seria movimentar comunidades  para que elas consigam produzir os próprios absorventes, os absorventes de pano. Inclusive é algo possível, é até acessível e possível fazer isso entre as mulheres, mas falta incentivo. Uma ideia que eu tenho daqui a algum tempo é assim que esse cenário da pandemia acabar, eu pretendo levar esse tipo de projeto para a comunidade, para locais mais carentes onde nós, mulheres produziria os próprios absorventes e teríamos esse contato com a educação menstrual. Acho que é supere importante para quebrar esses tabus”.

    A utilização de óleos essenciais e ervas pode ajudar as mulheres ao longo do seu ciclo, na Tensão pré – menstrual?  
    
“Existem  várias ervas, vários óleos essências dentro da aromaterapia que possibilitam a regulação hormonal da mulher, da regulação do ciclo de forma geral, reduzir cólicas, reduzir inchaço. Algumas vai caber para uma mulher e outras ervas para outra. Existem óleos essências de Sálvia, óleos essências de camomila e vários tipos de plantas podem ajudar a regular o ciclo, mas claro que para cada mulher tem que saber o histórico dela, se tem uma contra indicação para saber quais são as melhores”. 

     Lorena aconselha para as mulheres que desejam deixar de utilizar a pílula anticoncepcional, não esperar que o ciclo tenha sua regularização de imediato. A fitoterapeuta cita o acompanhamento do ciclo menstrual que ela chama de diário lunar, que tem no seu perfil no Instagram para quem deseja entender o modelo. 
     
     “Eu vejo o ciclo menstrual como uma forma de quem tem um ciclo, de quem menstrua se conhecer melhor e se fortalecer, utilizar isso como uma bússola interna que te dar um direcionado para a vida.  Para isso você precisa conhecer seu ciclo menstrual e quem é você de verdade”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *