Dia mundial da saúde

Divulgação

Saúde por definição é:

Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital.

Gostaria de chamar atenção para a palavra equilíbrio. Com as altas no número de mortes pelo novo Covid-19, que faz desde à, crise na saúde pública, o colapso no governo, o degringolar da saúde emocional de muitos cidadãos até o distúrbio da economia se tornar cotidiano, o termo equilíbrio pode parecer destoante de tudo e até mesmo inalcançável.

Mas os esforços, da comunidade médica e humanitária,  que permeiam a história da humanidade evidenciam uma evolução do pensar humano, do desejo de conservar e prolongar a vida, de manter a esperança acesa.

Divulgação

Desde a antiguidade, a humanidade se empenha de diversas formas para enfrentar as bactérias, vírus, patologias, doenças crônicas, evoluindo nos campos da pesquisa e farmacológia, fazendo expansões nas áreas da psiquiatria e odontologia médica. Vencendo os paradigmas de definição algumas doenças como maldições ou pecados e atribuindo suas “curas” a magos religiosos, construindo o saber social com conhecimento científico com base em metodologias científica, trazendo assim, o tratamento e entendimento de certas enfermidades e maus da população.

A medicina grega representa um importante marco para mudanças ocorridas no jeito de pensar a lógica do processo des doenças, com contribuições das civilizações Egípcia e Romana. E em como uma linha do tempo cheia de marcos históricos que passaram desde da Idade de Média com a peste negra, ao conhecimento da cólera, a penicilina e a utilização de instrumentais mais modernos em cirurgias; os conceitos médicos cresceram possibilitando a longevidade as pessoas.

Divulgação

Mas como a medicina define a saúde?

Christopher Boorse definiu em 1977 a saúde como a simples ausência de doença; ele pretendia apresentar uma definição “naturalista” sobre o tema. Em 1981, Leon Kass questionou que o bem-estar mental fosse parte do campo da saúde; sua definição de saúde foi:

“O bem-funcionar de um organismo como um todo”, ou ainda “uma actividade do organismo vivo de acordo com suas excelências específicas.”

Lennart Nordenfelt definiu em 2001 a saúde como um estado físico e mental em que é possível alcançar todas as metas vitais, dadas as circunstâncias. Indica um estado de equilíbrio interno, que se mantém relativamente constante independente das alterações que ocorrem no meio externo.

Divulgação

É o que chamos na Biologia de Homeostase:

“Indica um estado de equilíbrio interno, que se mantém relativamente constante independente das alterações que ocorrem no meio externo.”

A saúde física e mental são metas e idéias atingíveis sim, se buscados de forma harmônica e gradual. Logicamente, hereditariedade, condições genéticas e a velhice são pontos que podem ser inseparáveis quando o assunto é doença, mas a tecnológia moderna e a conscientização juntas, podem construir dias mais leves e uma vida mais saudável até mesmo para aqueles que são portadores de doenças incuráveis.

Divulgação

Em dias escuros, como esses que a pandemia tem nos ofertado, manter o equilíbrio entre saúde física e mental é indispensável. O dia mundial da saúde nos leva a refletir sobre a importância desse bem tão precioso, no qual devemos zelar.

Então por favor, use máscara, lave sempre as mãos, use álcool gel, só saia se for realmente necessário e respeito as normas de distanciamento social. Tudo isso vai passar.

Forte abraço.

Divulgação

Para nossa reflexão:

“A felicidade e a saúde são incompatíveis com a ociosidade.”

-Aristóteles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *