A leveza de “You hear your voice”5 min read

Tempo de leitura: 4 Minutes

Vamos falar sobre “You hear your voice”

Esse texto contém spoilers!

Em Hangul: 너의 목소리가 들려. A série é do
Gênero: romance, drama policial, ficção. Transmitido pela emissora: SBS. Do Diretor: Jo Soo Won. Autor: Park Hye Ryun. Contendo 18 Episódios.

Divulgação

A série foi ao ar em 2013 e, como sempre, a SBS fez um trabalho impecável! O drama fala de uma tragédia que acabou entrelaçando a vida de Park So Ha (Lee Jung Suk), Jang Hye Sung (Lee Bo Young), Min Joon Gook (Jung Woong In), Cha Kwan Woo (Yoon Sang Hyun) e Seo Do Yeon (Lee Da Hee).

Só pelo elenco principal da para ter uma noção de como a obra é rica. O roteiro foi muito bem trabalhado. A cada final de episódio se abre uma questão, que é respondida no episódio subsequente deixando um rastro de “Caramba faz sentindo” no nosso coração.

Sem deixar de ser elegante, engraçado e claro romântico, o drama levanta questões vultosas para a sociedade.

Divulgação

Até onde a vingança nos leva? Durante a trama podemos observar uma corrida frenética do personagem Min Joon Gook (Jung Woong In) em busca de uma vingança desenfreada pela morte de sua esposa, morte essa que ele responsabilizou o pai do jovem Park So Ha (Lee Jung Suk) e por tabela o próprio Park So Ha. Mas esse ódio e desejo de justiça, com as próprias mãos, cria braços atingindo até a promotora Seo Do Yeon (Lee Da Hee) e a defensora pública Jang Hye-sung (Lee Bo-young) que anos atrás havia dado um depoimento contra Min Joon Gook que o fez passar anos na prisão.

Divulgação

Um outro ponto interessante é a crítica velada ao sistema penitenciário e judicial da Coréia do Sul. A cada episódio presenciamos cenas de audiências com defensores públicos e promotores, lados opostos, que servem a uma lei um tanto arbitrária que os fazem se desdobrar ao máximo para alcançar a verdade.  E muitas vezes repensar suas missões como defensores da Lei e da verdade.

Divulgação

Um dos prismas que ficam bem trabalhados no drama é o poder libertário que vem através do perdão. Onde Park Soo Ha, decide perdoar seu algoz, e assassino do seu pai, acreditando que se perdoasse seu inimigo não se tornaria um monstro. E o ódio o transformaria nessa criatura, se ele continuasse a odiar outro ser humano assim como fez Min Joon Gook por quase sua vida inteira.

Divulgação

Algumas cenas são de tirar o fôlego, muita ação e movimento de câmera. Mas o mais interessante é o realismo que roteiro dispõe. Não existem personagem perfeitos, todos mostram suas fraquezas, medos e inseguranças. O que te aproxima mais emocionalmente da obra.

Divulgação

Outros pontos que foram tratados de um ângulo muito leve e sem exercer nenhum tipo de força, foi o relacionamento de um casal com idades diferentes, onde ambos eram muito conscientes das dificuldades que enfrentariam por causa da diferença de idade. A importância de fazer o que é certo e encontrar nos estudos o fio condutor para se tornar um ser humano melhor e mais justo.

Divulgação

Não posso deixar de destacar a interpretação incrível do ator Yoon Sang-hyun no personagem Cha Kwan Woo,  um defensor público que encontra no otismo, fé e coragem seu suporte para levar os dias mais sombrios, conseguindo influenciar todos ao seu redor, se tornando o “sol” de muitos, e nos fazendo ter fé nas pessoas.

Divulgação

“Não viva a vida odiando os outros. Todos nascemos uma vez, e isso não é suficiente para amarmos todos uns aos outros.” -You heart your você.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *