Donato No Relato aceita desafio para gravar o segundo filme da carreira

Tempo de leitura: 2 Minutes

Depois de lançar seu primeiro DVD completo, Donato em Relatos de Amor, o ano de 2023 segue cheio novidades com a consolidação de vertente ator de cinema do rapper

Produtor musical, ativista social, rapper e agora, definitivamente, ator. A trajetória de Donato do Relato enriquece em 2023 com a gravação do seu primeiro DVD e com o início das gravações de “Inevitável”, seu segundo filme, agora dirigido por Jonathas Veloso e com produção de Eduardo Rosário. 

Atualmente, Donato está imerso nos estudos de suas falas e na construção de seu personagem. Ele se diz altamente motivado pela oportunidade de aparecer nas telonas mais uma vez. Segundo ele, um artista completo é aquele que experimenta de tudo um pouco. “A atuação, que começou nas performances dos clipes musicais, agora ganha uma nova dimensão, e tenho  me esforçado para aperfeiçoar minhas habilidades e entregar um resultado à altura de toda a equipe envolvida”, pontua.

A parceria com Eduardo Rosário começou em 2022 quando participou do curta-metragem de drama psicológico “Práxis”. Já inevitável será um média-metragem que transita por cinco histórias distintas que têm em comum a forte influência do celular no decorrer da história. As cenas de Donato serão gravadas em Goiânia e ele adianta que tem drama, paixão e situações explosivas. A densidade, inclusive, é uma característica de Eduardo Rosário, que participa também como ator na película. 

O ano de 2023 está sendo marcante para Donato No Relato, que gravou seu primeiro DVD Donato em Relatos de Amor, com canções românticas cheias de rap e hip hop. Nas próximas semanas ele e todo elenco de “Inevitável”, começam as gravações. Em breve o trabalho de Jonathan Veloso poderá ser conferido nos cinemas de todo País. 

*Um pouco mais sobre Donato* 

Vindo de uma infância na periferia, do bairro Santo Hilário, da região leste de Goiânia – GO, o rapper traz na primeira fase de seu trabalho a realidade de crianças criadas em ambiente hostil, encarando a violência das ruas e também em casa. Ele cresceu ao lado dos seus três irmãos e fala com orgulho da influência de sua mãe, que logo cedo o matriculou em uma escola filantrópica que tinha como base educacional a arte.

Aos 18 anos foi tentar a vida na Europa onde se tornou fluente em Francês, língua que também está presente em suas composições. Donato hoje tem 31 anos, é cantor de freestyle autodidata e  desde criança compõe suas rimas. Em 2020 criou o estúdio musical, produtora e ONG CausART, que produz suas músicas e clipes, além de apoiar novos artistas goianos.   

No canal oficial Donato no Relato  podem ser ouvidos os hits: “Made In Goiânia”,  “Favelado Chique”, “Mãe”, “Fé pra Tudo”, “Ma Cherie”, “Papo de Visão” “Cancelamento”, “Vida de Filme” e “Papai não sou Bebê”, que ele gravou com seu filho, MC Danielzin.   

No DVD “Donato em Relatos de Amor”, as canções  “A Dama e o Vagabundo”, “Modo Avião”, “Bipolar x GTA”, “Almas Gêmeas” e “Amor Idiota”, além de outras, já podem ser conferidas pelos fãs. 

Foto: Fufa Pessoa

Comments are closed, but trackbacks and pingbacks are open.