Paciente desmaia após esperar mais de 40 minutos por atendimento na UPA de São Benedito

Tempo de leitura: 1 Minute

Antônia Célia da Silva Alves desmaiou enquanto aguardava atendimento na fila de espera da UPA de São Benedito, no Ceará, e decidiu denunciar a negligência no local, destacando a situação caótica da saúde pública. Segundo relatos, apenas o profissional responsável pela medicação estava presente no momento.

Antônia Célia, a paciente afetada, compartilhou seu relato: “Eu estava trabalhando quando comecei a me sentir mal, com tontura, tremores e inchaço no olho esquerdo. Ao chegar na UPA, me deparei com a falta de atendimento. Esperei por cerca de 40 minutos após a triagem, mas só havia uma pessoa na sala. Questionei a demora e o descaso, mas não obtive resposta. Até mesmo o atendente estava dormindo, o que me faz acreditar que há uma sobrecarga de trabalho”, lamenta Antônia Célia. Ela chegou ao local por volta do meio-dia e, após mais de 40 minutos de espera sem qualquer estimativa de atendimento, desmaiou.

É crucial que a Secretaria de Estado da Saúde intervenha e fiscalize essa situação de desprezo no atendimento, para evitar que casos como esses se repitam e para garantir um atendimento digno e eficiente aos pacientes.

Diante de mais um caso como esse, queremos chamar a atenção do Ministério Público Estadual da cidade de São Benedito para que realize as devidas fiscalizações em relação às denúncias que frequentemente têm ocorrido na UPA.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *